[ad_1]

O Distrito Federal vai receber, a partir de 1º de outubro, testes de uma vacina contra Covid-19 desenvolvida por uma empresa da Bélgica. Os esforços se somam aos estudos realizados pelo Hospital Universitário de Brasília (HUB), que já testa uma vacina desenvolvida por uma companhia chinesa.

A nova pesquisa foi autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) há um mês. A vacina está na terceira e última fase de testes, já com resultados positivos nas duas primeiras etapas na Europa e nos Estados Unidos. No Brasil, o estudo vai ser vistoriado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

A empresa espera recrutar 800 voluntários. Diferente do programa do HUB, poderão se candidatar pessoas que não atuam como profissionais de saúde. Serão selecionados participantes de quatro grupos:

  • Pessoas saudáveis de 18 a 59 anos
  • Pessoas com comorbidades de 18 a 59 anos
  • Idosos acima de 60 anos
  • Pessoas que já tiveram Covid-19

Uma cientista pesquisa uma vacina para o novo coronavírus (Covid-19) em um laboratório em San Diego, Califórnia, nos EUA, em 17 de março — Foto: Bing Guan/Reuters/Arquivo

A expectativa é de que os resultados preliminares sejam publicados no primeiro semestre do ano que vem. No entanto, as conclusões finais só devem sair em, pelo menos, dois anos.

O pesquisador responsável pela pesquisa no país, Eduardo Freire, afirma que, para garantir a eficiência da vacina, os estudos são detalhados e os pacientes devem ser acompanhados por três meses.

“Se voluntariar em um estudo de pesquisa clínica, antes de mais nada, é uma ação social de apoio aos demais. É ser solidário com as outras pessoas e é em benefício de todos nós”.

No HUB, a vacina da empresa chinesa Sinovac Biotech já é testada desde o mês passado e também está na terceira fase. Segundo o coordenador da pesquisa, Gustavo Romero, os estudos “estão correndo como o esperado e ninguém apresentou nenhum evento adverso até o momento”.

“Estamos otimistas com relação à segurança e eficácia da vacina”, afirma o professor.

Até esta semana, ainda havia vagas para voluntários . Eles devem ser profissionais da área de saúde, expostos ao vírus, e podem se inscrever pela internet. Ao todo, 850 pessoas devem ser imunizadas no DF.

VÍDEOS: novidades sobre a vacina contra a Covid-19

Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

[ad_2]

Source link