Os TUPs (Terminais de Uso Privado) movimentaram quase o dobro do total de cargas dos portos organizados, em 2015. Conforme os dados do Anuário CNT do Transporte, divulgado na segunda-feira (30), foram 656,4 milhões de toneladas nos terminais privados, contra 351,1 milhões nos portos públicos.

Além disso, os TUPs apresentaram o crescimento mais expressivo em relação a 2014: 5,9%. Já os portos organizados mantiveram estabilidade nos resultados, com incremento de 0,7% no volume de cargas.

Os que mais movimentaram em 2015 foram Santos (SP), com 101,6 milhões de toneladas de cargas; Itaguaí (RS), com 57,3 milhões; Paranaguá (PR), com 41,1 milhões; Rio Grande (RS), com 22,9 milhões; e Itaqui (MA), com 21,8 milhões de toneladas.

Setor atinge 1,0 bilhão de toneladas de cargas transportadas em 2015

O Anuário demonstra que o setor aquaviário vem crescendo ininterruptamente nos últimos seis anos, apesar da crise econômica atual. Para se ter uma ideia, em 2010, passaram pelas instalações brasileiras 840,3 milhões de toneladas de carga. Em 2015, o setor atingiu a marca de 1,0 bilhão de toneladas transportadas, o que representa uma expansão de quase 20,0% no período.

Navegação de longo curso evolui 5,4% entre 2014 e 2015

A navegação de longo curso teve melhor desempenho em 2015, com 752,5 milhões de toneladas transportadas, um crescimento de 5,4% em relação a 2014. A cabotagem se mostrou praticamente estável, registrando 211,8 milhões de toneladas de cargas transportadas.

Os graneis sólidos representaram a maior parte do que foi movimentado pelas embarcações (62,8%), com um volume de 632,7 milhões de toneladas em 2015. O aumento, frente a 2014, foi de 7,2%.

Em seguida vem granel líquido e gasoso (22,5%), com 226,2 milhões de toneladas, registrando queda de 2,4% em relação a 2014.

Os contêineres correspondem a quase 10,0% do total das movimentações. Em 2015, foram 100,0 milhões de toneladas, com redução de 1,1% em comparação a 2014. Por fim, carga geral solta alcançou 48,7 milhões (4,8% do total), com aumento de 5,7% em 2015.

Anuário CNT do Transporte

O Anuário CNT do Transporte pode ser acessado, na íntegra, na internet. São mais de 800 tabelas sobre todos os modais disponíveis em anuariodotransporte.cnt.org.br.

Fonte: Agência CNT de Notícias