A cidade de Tóquio registrou um aumento importante de casos de infecção pelo novo coronavírus e está em alerta máximo, anunciou nesta quarta-feira (15) a governadora da capital japonesa, Yuriko Koike.

“Os especialistas acabam de afirmar que a situação das infecções está em um nível 4 em uma escala de 4, o que significa que parecem aumentar”, afirmou Koike durante uma reunião sobre a pandemia.

O alerta “vermelho” na cidade, onde vivem 14 milhões de pessoas, não provocará o fechamento de lojas ou a suspensão de eventos, no momento. Na região metropolitana, o número de habitantes chega a 37 milhões.

O aumento de casos é registrado especialmente entre os jovens e as principais áreas de infecção envolvem os estabelecimentos noturnos, os locais de trabalho e também as famílias.

Mãe usa máscara e seu filho nadam em uma piscina aberta a um número limitado de visitantes como medida preventiva contra o coronavírus no parque de diversões Toshimaen, em Tóquio, no Japão, na segunda-feira (13) — Foto: Kazuhiro NOGI / AFP

O estado de emergência no Japão decretado em abril e maio não implicou um confinamento como o decretado em outros países, já que a lei não permite a aprovação de medidas coercitivas para que a população permaneça em casa.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, suspendeu no fim de maio o estado de emergência a não parece muito favorável a decretá-lo novamente devido à recessão econômica.

As fronteiras do país, no entanto, permanecem fechadas e o Japão nega a entrada em seu território dos estrangeiros procedentes de mais de 100 países, incluindo aqueles que têm visto de residência permanente.

Mas o número de casos diários aumenta e Tóquio registrou na semana passada a média de 243 contágios a cada 24 horas.

O Japão não foi um dos países mais afetados pela pandemia e até agora registrou 22,5 mil casos e 1.000 mortes. Apesar do aumento de casos, Tóquio não registra mortes provocadas pela Covid-19 há três semanas.



Source link