[ad_1]

Pesquisadores mundo afora procuram formas de barrar o coronavírus. Eles agora estudam a terapia com plasma, um tratamento que já foi usado, há mais de cem anos, contra a gripe espanhola e nas epidemias mais recentes dos vírus da Sars, Mers e Ebola. “O plasma poderá ser uma opção de curto prazo, enquanto uma vacina e tratamentos melhores não aparecem”, destaca o imunologista Arturo Casadevall.

No Brasil, o principal estudo sobre o plasma de curados do novo coronavírus começou na última semana. E mais uma vez, os médicos deram um passo à frente, prontos para ajudar. A doação é segura, mas infelizmente, até agora, nada é simples quando o assunto é a Covid-19. Médicos explicam que é preciso ter um nível certo de anticorpos. Não adianta coletar plasma com baixíssimo nível de anticorpo ou ausência de anticorpo.

[ad_2]

Source link