A queda do dólar, que voltou ao patamar do início do ano cotado a cerca de R$ 3,30, reaqueceu a procura por veículos importados de forma independente. Assim, modelos mais vendidos e desejados como o Ford Mustang e Shelby, Dodge Challenger, Ford Raptor, Cadillac Escalade e Chevrolet Corvette (o Camaro é importado de forma oficial pela GM no Brasil) devem começar a chegar ao país no segundo semestre.

“O Mustang, que sempre foi o carro mais procurado pelo público que atendemos voltou ao preço praticado em janeiro e um modelo GT equipado com motor V8 chega ao país por cerca de 330 mil, com impostos, taxas e transporte incluídos”, avalia Daniel Valério, CEO da Direct Imports, que atua no segmento há 12 anos.

O empresário conta que nos últimos Seis meses a procura por importados havia caído cerca de 60%, mas que desde o início de junho, com o dólar relativamente estabilizado a R$ 3,30, alguns modelos já voltaram a ter procura. “Muitos modelos 2017 devem começar a chegar aos concessionários nos EUA a partir de julho e essas unidades tem um público cativo independente do cenário de retração econômica e que o dólar em queda ajuda a equilibrar”, explica.

Daniel Valério conta que muitos modelos têm mercado atrativo no segmento dos seminovos. “Um Corvette por exemplo já foram 17 unidades entregues aqui e modelos que custaram R$ 450 mil em 2015 são vendidos pelo mesmo valor este ano, um ano depois”, além disso os prazos são menores, hoje são cerca de 45 dias, pois não dependemos de burocracias de isenção do IPI, agora pagando todos os impostos o processo anda PF ou PJ. finaliza.

Fonte: A Crítica de Campo Grande