Durante toda semana, as redes sociais repercutiram o anúncio do prefeito de Itajaí (SC) que vai oferecer ozonioterapia para combater a Covid-19. Um procedimento sem comprovação científica. Mas outras cidades também iludem a população com remédios sem eficácia, como para piolho e malária.

A ozonioterapia é um procedimento que o Conselho Federal de Medicina considera totalmente experimental, sem nenhuma eficácia comprovada. Não se sabe nem se é capaz de combater um resfriado.

O prefeito de Itajaí já propôs três métodos para combater o coronavírus. Primeiro, a homeopatia. Depois, remédio para tratar verme e parasita. No segundo, ele gastou quase R$ 4,5 milhões. Comprou três milhões de comprimidos para distribuir para a população da cidade.

A microbiologista Natália Pasternak alerta: “90% das pessoas que ficarem doentes com Covid-19 vao melhorar sozinhas. É simplesmente o sistema imune da pessoa que está se livrando do vírus”.

Itajaí é a segunda cidade de Santa Catarina com mais mortos por Covid-19. Só está atrás de Joinville.

Ouça o podcast do Fantástico



Source link