[ad_1]

Os municípios da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, confirmaram novas mortes causadas pelo novo coronavírus nesta sexta-feira (10). A região soma 21 mortes, e 246 casos confirmados da Covid-19, doença causada pelo vírus. Ao todo, são 1.465 casos suspeitos, mais de de 200 pacientes internados em hospitais e outras 71 mortes sob investigação.

Santos informou, na tarde desta sexta, que registrou outras duas mortes causadas pela Covid-19, somando 12 óbitos. Entre as vítimas está o médico ortopedista Luís Augusto Chirighini Bicudo, que morreu aos 74 anos. O número de casos confirmados também aumentou, chegando a 192 pacientes com a doença.

Guarujá confirmou as duas primeiras mortes causadas pelo novo vírus nesta sexta. A cidade tem nove casos confirmados, dois óbitos e sete pacientes que são monitorados e permanecem em isolamento domiciliar. A secretaria de saúde ainda descartou cinco óbitos.

A Prefeitura de Praia Grande divulgou na tarde desta quinta-feira (9) que duas mortes foram confirmadas. A cidade também teve aumento no número de pacientes com Covid-19, nesta sexta, que subiu para 25 casos confirmados, sendo seis óbitos. A cidade registrou as primeiras mortes causadas pelo novo coronavírus da Baixada Santista.

A Secretaria da Saúde de São Vicente continua somando oito casos confirmados da Covid-19 na cidade. O último paciente é um homem de 56 anos, morador no bairro Itararé e que atua no setor portuário. De acordo com a secretaria, o paciente está em isolamento domiciliar. As outras sete pessoas com a Covid-19 também se encontram na mesma condição. Quatro delas são profissionais de saúde da cidade.

A Prefeitura de Peruíbe informou que registrou cinco casos confirmados do novo coronavírus. Os pacientes testaram positivo para Covid-19, mas não foram divulgadas informações sobre os pacientes.

Mongaguá confirmou a primeira morte pela Covid-19 na tarde de terça-feira (7). De acordo com a prefeitura, a cidade passa a contabilizar um caso confirmado, de um homem, de 73 anos, que fazia parte dos óbitos investigados.

Cubatão confirmou o terceiro caso positivo na cidade nesta sexta-feira. Não há informações sobre os pacientes que são monitorados com o novo coronavírus.

Itanhaém registra três pacientes com a doença. A cidade também informou que investiga dois óbitos de pacientes com suspeita.

  • Santos: 462 casos suspeitos. Destes, 115 pacientes estão internados, sendo 32 em UTIs;
  • Guarujá: 300 casos suspeitos. Destes, 27 pacientes estão internados, sendo 14 em UTIs;
  • Praia Grande: 316 casos suspeitos. 31 pacientes estão internados, sendo sete deles em UTIs;
  • São Vicente: 128 casos suspeitos. Dezessete pacientes estão internados, sendo nove em UTIs;
  • Peruíbe: 41 casos suspeitos. Seis pacientes estão internados, sendo três em UTIs;
  • Bertioga: 52 casos suspeitos. Um paciente está internado em UTI;;
  • Cubatão: 92 casos suspeitos. 21 pacientes estão internados, sendo três em UTIs;
  • Itanhaém: 52 casos suspeitos. Sete pacientes estão internados, sendo três em UTIs;
  • Mongaguá: 22 casos suspeitos. Quatro pacientes estão internados.

A Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) de Santos informou que investiga 22 óbitos de residentes da cidade por Covid-19. Cubatão informa que investiga a morte de um residente da cidade suspeito de ter contraído a doença. O homem tinha 61 anos e foi atendido na UPA do Jardim Casqueiro no dia 31 de março.

São Vicente também informou que investiga sete mortes de moradores da cidade. Peruíbe divulgou, em nota, que aguarda resultado de exame de cinco pacientes que morreram com sintomas da doença.

Duas mortes são investigadas por Itanhaém, um dos pacientes é um homem de 73 anos, e outras duas em Mongaguá e Bertioga. Guarujá também investiga cinco mortes. A Prefeitura de Praia Grande divulgou que aguarda resultado de sete pacientes com morte suspeita.

Todas as mortes estão sendo investigadas por equipes das vigilâncias epidemiológicas das cidades, que aguardam o resultado dos exames enviados ao Instituto Adolfo Lutz.

Dicas de prevenção contra o coronavírus  — Foto: Arte/G1

Dicas de prevenção contra o coronavírus — Foto: Arte/G1

[ad_2]

Source link