[ad_1]

(foto: Mehdi Fedouach/AFP)

Aos poucos, especialistas conseguem entender melhor as reaes das defesas humanas COVID-19 em perfis distintos de pacientes, como idosos, crianas e pessoas com comorbidades. Uma nova suspeita levantada uma possvel distino de respostas presena do coronavrus conforme o sexo da pessoa infectada. Em um estudo publicado na ltima edio da revista britnica Nature, cientistas americanos mostram dados que corroboram essa desconfiana. Eles analisaram um grupo de 98 pacientes e, pelas atividades biolgicas vistas, acreditam que as mulheres podem ter uma resposta imune melhor ao Sars-CoV-2 do que os homens. Os investigadores frisam que ainda cedo para tirar concluses, mas destacam que, caso os indcios se comprovem, eles podero ser usados como base para o desenvolvimento de estratgias personalizadas de combate ao vrus.

No estudo, os cientistas explicam que uma srie de evidncias cientficas tem indicado maior suscetibilidade do sexo masculino a algumas infeces. “Estudos anteriores demonstraram (…) um impacto significativo no desenvolvimento de enfermidades srias. Por exemplo, a hepatite A e a tuberculose so significativamente mais frequentes nos homens. As cargas virais so consistentemente maiores em pacientes do sexo masculino com vrus da hepatite C e vrus da imunodeficincia humana (HIV)”, detalham os cientistas, liderados por Akiko Iwasaki, da Escola de Medicina da Universidade de Yale (EUA).

Segundo os pesquisadores, dados semelhantes tm sido observados em relao COVID-19. “Globalmente, 60% das mortes pelo novo coronavrus so relatadas em homens. Um estudo com 17 milhes de adultos na Inglaterra mostrou forte associao entre sexo masculino e risco de morte por covid-19 (Leia Para saber mais)”, ilustram. No novo estudo, os cientistas avaliaram 98 pacientes, com idade mdia de 60 anos, que estavam internados no Hospital Yale New Haven devido a quadros leve a moderado da covid-19.

Os investigadores encontraram diferenas importantes nas respostas imunes durante o curso da doena conforme o sexo dos pacientes. Primeiro, descobriram que mulheres desenvolveram uma resposta de clulas T mais robusta e estvel, mesmo as com idade avanada. “As clulas T so uma parte essencial do sistema imunolgico e uma de suas funes inclui matar as clulas infectadas”, explicam. Os autores observaram que, nos homens, a pior resposta de linfcitos T era um fator agravante da doena, e que, quanto mais velhos eles eram, menor a resposta imunolgica.

Excesso de citocinas

Os pesquisadores tambm notaram uma quantidade maior, nos homens, de clulas do sistema imunolgico inato, que so as molculas responsveis pelo recrutamento de clulas do sistema imune para serem enviadas a locais de inflamao. justamente a produo excessiva e descontrolada dessas substncias que pode gerar formas graves da covid-19, um fenmeno conhecido como tempestade de citocinas. Segundo os cientistas, as participantes que apresentaram alto nvel de citocinas no incio da infeco foram as que sofreram nveis mais graves da doena.

A equipe ressalta que o estudo tem algumas limitaes, como a quantidade pequena de analisados. “Embora acreditemos que nosso trabalho fornea uma base slida para investigaes adicionais sobre como a dinmica da covid-19 pode diferir entre homens e mulheres, importante notar que existem algumas limitaes para as anlises apresentadas. O estudo no observou pacientes que estiveram na UTI, por exemplo”, ilustra o grupo.

Caso os dados se confirmem, os autores do artigo acreditam que novas terapias podem ser desenhadas com base nas descobertas. “Os resultados indicam que os pacientes do sexo masculino podem se beneficiar de terapias que aumentam as respostas das clulas T, enquanto as do sexo feminino podem se beneficiar de terapias que desaceleram as respostas imunes inatas iniciais”, explicam. “Esse tipo de informao pode ser usado at no desenvolvimento de vacinas mais refinadas.”

Hormnios

Ftima Rodrigues Fernandes, diretora da Associao Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai), destaca que os dados vistos no estudo so preliminares, mas importantes, pois entram em concordncia com pesquisas anteriores. “Na prtica clnica, j percebemos que temos mais pacientes do sexo masculino com a covid-19. Outros estudos tambm levantaram essa hiptese, mas sem olhar diretamente ao sistema imune. Um deles falou dos hormnios como possveis influenciadores em uma maior gravidade da doena em homens, por exemplo”, relata.

A mdica brasileira destaca que a investigao americana precisa ser aprofundada, j que foi feita com um grupo pequeno de pacientes. A especialista acredita que os dados sero mais explorados em futuras pesquisas e tambm em estudos em andamento focados em reas prximas. “Temos grupos de estudos grandes que buscam possveis influncias no DNA em relao ao desenvolvimento da covid-19 em pacientes. E a gentica tambm est relacionada a diferena dos gneros, j que homens e mulheres tm genes distintos. Um fator est relacionado ao outro”, exemplifica.

Maior risco de morte

Algumas pesquisas trazem dados que mostram um efeito mais drstico da covid-19 em homens do que em mulheres. Em julho, um estudo publicado tambm na revista Nature analisou dados de 17 milhes de britnicos. Desse montante, 10.926 pessoas morreram por causa do novo coronavrus. Nas anlises, os pesquisadores mostraram que homens tm risco at 1,5 vez maior de morrer da covid-19. Um estudo chins divulgado em abril revelou dados semelhantes. A pesquisa, publicada na revista Frontiers in Public Health, analisou 1.056 casos da enfermidade e observou que as taxas de morte entre homens era 2,5 vezes maior do que a de mulheres. O mesmo efeito repete-se no Brasil. Dados divulgados em abril pelo Ministrio da Sade mostraram que 58% dos bitos do pas pela nova enfermidade foram de homens.

 

O que o coronavrus

Coronavrus so uma grande famlia de vrus que causam infeces respiratrias. O novo agente do coronavrus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doena pode causar infeces com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Vdeo: Por que voc no deve espalhar tudo que recebe no Whatsapp

Como a COVID-19 transmitida? 

Como se prevenir?

A recomendao evitar aglomeraes, ficar longe de quem apresenta sintomas de infeco respiratria, lavar as mos com frequncia, tossir com o antebrao em frente boca e frequentemente fazer o uso de gua e sabo para lavar as mos ou lcool em gel aps ter contato com superfcies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavrus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gstricos
  • Diarreia

Em casos graves, as vtimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Sndrome respiratria aguda severa
  • Insuficincia renal

Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avanam na identificao do comportamento do vrus. 

Vdeo explica por que voc deve ‘aprender a tossir’

Mitos e verdades sobre o vrus

Para saber mais sobre o coronavrus, leia tambm:

 

 

[ad_2]

Source link