Nos últimos seis meses, morreram mais 5.882 pessoas em Portugal do que em igual período do ano passado. A conta é do Instituto Nacional de Estatística (INE) num estudo sobre o impacto da pandemia no país, numa doença que até agora, segundo a Direção-Geral da Saúde, matou 1.855 pessoas.

Segundo o INE, quer na comparação com 2019 quer com 2018, 2020 está a registar mais mortalidade e a Covid-19, como se percebe pelos números oficiais, está longe de explicar tudo.

De março a agosto morreram mais 5.882 pessoas do que no ano passado, ou seja um aumento de 11%, e mais quase 3.757 que dois anos antes (+7%).

Na comparação com 2019 o aumento sente-se, em grande medida, em quem tem mais de 75 anos que representa 88% da mortalidade extra.

Os dados do INE também mostram que este aumento da mortalidade tem-se sentido em quase todas as semanas desde a chegada da pandemia a Portugal no início de março e não apenas nos primeiros tempos da pandemia quando o país estava em estado de emergência.

Doença mais espalhada nas últimas semanas



Source link