[ad_1]

O profissional teve sintomas médios, que foram tratados em casa, sem precisar procurar um hospital. Ele identificou a doença por meio de um teste rápido. Em entrevista à TV Cabo Branco, o médico contou quais foram os sintomas e alertou sobre cuidados com a doença.

Rafael relata que começou a sentir os sintomas após o carnaval, quando ele acha que contraiu o vírus. A princípio, eram similares a uma virose comum: cansaço, dores no corpo, diarreia e febre. O médico não teve sintomas respiratórios. Entretanto, após as altas temperaturas perdurarem em até 12 horas, junto com uma forte dor de barriga, ele começou a suspeitar que poderia ter sido infectado pelo novo coronavírus.

“Um pouco tempo depois que os casos ficaram intensos no mundo e a literatura médica começou a apontar um pouco mais para os sintomas gastrointestinais, foi que eu e minha esposa, que é médica, começamos a prestar atenção (…) mas o que chamou realmente atenção no caso foi uma febre muito intensa, de difícil controle, tomei mais de uma classe de medicação para que essa febre cedesse”, contou o médico.

Segundo Rafael, apenas cerca de 20% dos pacientes de Covid-19 possuem sintomas gastrointestinais, mas no caso dele foi bastante presente. Outra coisa que chamou atenção foi a febre, atípica para outras viroses. O médico tratou a doença em casa, bebendo muita água, com uma alimentação leve, analgésicos e repouso. O quadro durou aproximadamente 4 dias.

“Muito provavelmente eu não teria procurado um hospital, mas posterior à melhora do quadro, procuraria um auxilio medico para tentar fazer o diagnóstico da Covid-19. Na época, se tivesse essa possibilidade, eu teria feito o teste”, disse.

Rafael acredita que durante o período de carnaval já havia uma transmissão comunitária em João Pessoa, devido às aglomerações e aos deslocamentos entre cidades. O médico fez o teste recentemente, após a disponibilidades dos testes rápidos para profissionais de saúde.

“Outras pessoas do nosso convívio tiveram o quadro (…) Quando isso aconteceu e houve a disponibilidade do teste eu me interessei pra fazer. Minha esposa fez a solicitação, eu coloquei o exame. É uma sorologia feita com coleta de sangue e o marcador GG deu positivo; deu reagente. Significa que eu tive contato com o vírus e adquiri imunidade; o anticorpo”, afirmou.

Apesar de ter feito teste do rápido, disponibilizado apenas na rede privada, o médico acredita que o isolamento social é a medida mais importante no combate à doença, resguardando os testes para casos suspeitos com sintomas respiratórios, febre alta, sintomas gastrointestinais atípicos ou que tiveram contato com pacientes diagnosticados com Covid-19.

O profissional destacou que gostaria, com a experiência, de reforçar a importância do isolamento social para tentar achatar a curva de contágio.

Médico que foi diagnosticado com Covid-19 é curado

[ad_2]

Source link