O secretário de Comércio e Serviços do MDIC, Marcelo Maia, participa durante esta semana, em Washington e em Nova Iorque, de uma série de reuniões com autoridades do governo e executivos de grandes empresas dos EUA. O objetivo é aprofundar a cooperação bilateral no setor de serviços e melhorar a competitividade das empresas brasileiras do setor.

“Os Estados Unidos são o principal parceiro comercial do Brasil em serviços. Embora já exista um comércio consolidado em diversos segmentos do setor, há ainda um grande potencial para desenvolver outros segmentos que não alcançaram destaque no atual fluxo bilateral”, avalia Maia. Segundo os dados do Siscoserv, os serviços mais vendidos do Brasil para os EUA são os gerenciais, de consultoria gerencial, de relações públicas e de comunicação social, com 14% do total das vendas brasileiras. Além disso, destacam-se, entre as dez posições com maior representatividade, serviços intensivos em conhecimento, como os serviços de consultoria, P&D e de Tecnologia da Informação (TI).

Desde esta segunda-feira (27/6) o secretário participa de encontros sobre comercio bilateral de serviços em Washington. “Tivemos discussões bastante interessantes tanto com representantes do setor público quanto do setor privado. Estivemos com empresas do setor de remessas expressas, varejo e tecnologia. Além disso, nos reunimos com integrantes de órgãos governamentais que tratam do setor de proteção ao consumidor, de privacidade de dados, tecnologia, entre outros. As conversas contribuíram muito para que possamos avançar na melhoria do ambiente de negócios no Brasil” disse Maia.

Nesta segunda-feira Marcelo Maia reuniu-se, também, com o secretário-adjunto de Serviços do Departamento de Comércio dos EUA, Ted Dean. Eles conversaram sobre as ações e os desafios do setor de serviços nos dois países e sobre a implantação de políticas públicas que possam impulsionar a competitividade dos serviços nos mercados interno e externo do Brasil e dos EUA. “Vamos trabalhar de forma conjunta com os EUA para incentivar ainda mais os fluxos bilaterais do comércio de serviços”, concluiu o secretário Marcelo Maia.

MDIC-DoC

A agenda do secretario com autoridades e empresas norte-americanas faz parte do Diálogo Comercial Brasil-EUA (MDIC-DoC), que é um dos principais mecanismos bilaterais coordenados pelo MDIC, implantado há dez anos. O último encontro foi em novembro de 2015, em Brasília e a próxima edição está marcada para esta quarta-feira (29/6), em Washington, quando será realizada a Reunião Plenária, onde serão relatados os resultados das discussões dos grupos de trabalho. Além do MDIC, Integram a missão brasileira aos Estados Unidos o MRE, a CNI, o INPI, e o Inmetro.

Fonte: MDIC