Portugal regista esta quarta-feira 51.848  infectados por COVID-19 desde o início da pandemia. Ao longo das últimas 24 horas, verificaram-se 167 novos casos, segundo revela o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direcção-Geral da Saúde (DGS). Há também mais uma vítima mortal a assinalar, fazendo com que o total de mortes na sequência do novo coronavírus ascenda a 1.740.

A DGS dá ainda conta de um total de 37.565 casos de recuperação, o que significa que mais 247 pessoas recuperaram da doença desde ontem. Há também 1.437 indivíduos a aguardar os resultados laboratoriais das análises para saberem se estão ou não infectados e 37.369 contactos em vigilância pelas autoridades de saúde.

Quanto ao número de internados, o relatório de hoje indica que 384 pessoas estão nos hospitais nacionas devido à COVID-19 (menos 17 do que ontem), dos quais 41 se encontram em unidades de cuidados intensivos (menos três do que ontem).

Por regiões, Lisboa e Vale do Tejo continua a registar o maior número de casos novos em todo o País: é responsável por cerca de 69% das infecções registadas nas últimas 24 horas. A região contabiliza um total de 26.573 casos e 607 óbitos.

O Norte, por seu turno, apresenta 18.854 casos e 829 mortes, ao passo que Centro conta com 4.478 infecções confirmadas e 252 vítimas mortais. Segue-se a região do Alentejo, com 753 casos e 22 mortes. De acordo com a DGS, o Algarve regista 902 pessoas infectadas desde o início da pandemia e 15 óbitos.

Por fim, no que às regiões autónomas diz respeito, o número de casos confirmados na Madeira fixa-se nos 118, não havendo registo de vítimas mortais. Já nos Açores, há 170 casos e 15 mortes a assinalar.

O balanço global aponta para mais de 18,5 milhões de infectados em todo o Mundo, dos quais cerca de 11 milhões estão recuperados. Os Estados Unidos da América são o país com mais casos confirmados em todo o Mundo, aproximando-se a passos largos dos cinco milhões. Brasil e Índia surgem logo a seguir, de acordo com dados da Universidade John Hopkins.

 



Source link