Importação e embarque de cargas perigosas

Oriunda da Fenícios Logística, a Turbocargo surge como especialista em importação e embarque de cargas perigosas com a ideologia de ser uma solução rápida em logística e transporte de carga, com destaque para o segmento de transporte marítimo. Excelência e rapidez. Esse é o nosso norte e você pode contar com nossa experiência em comércio exterior para impulsionar sua logística.

A Turbocargo possui grande conhecimento no transporte de carga para o mercado asiático, principalmente em processos de Carga Bulk, projeto e excedentes. Você pode contar com nossa equipe para otimizar seu projeto logístico em transporte de carga no modal aéreo, ferroviário, rodoviário e marítimo, ou até mesmo na obtenção de RADAR junto a Receita Federal e despacho aduaneiro.

Importação de Produtos Perigosos: quais os cuidados necessários?

Produto perigoso é toda e qualquer substância que, dadas às suas características físicas e químicas, possa oferecer, quando em transporte, riscos à segurança pública, saúde de pessoas e meio ambiente, de acordo com os critérios de classificação da ONU, publicados através da Portaria nº 204/97 do Ministério dos Transportes. A classificação desses produtos é feita com base no tipo de risco que apresentam. Uma Carga perigosa possui regulamentação específica para cada modal de transporte, que imputa responsabilidade solidária entre embarcador e transportador, quanto ao tratamento a ela dispensado, como embalagem especial, possíveis limitações de quantidade, de horários para manipulação e transporte, de rotas, e até mesmo algumas proibições.

Algumas mercadorias são muito perigosas para serem transportadas em aviões, enquanto algumas delas poderão ser embarcadas em aviões mistos, e outras somente podem ser transportadas em aviões cargueiros. As mercadorias perigosas são classificadas pela ONU – Organização das Nações Unidas, nas seguintes classes de riscos:

  1. – Classe 1 – explosivos;
  2. – Classe 2 – gases;
  3. – Classe 3 – líquidos inflamáveis;
  4. – Classe 4 – sólidos inflamáveis;
  5. – Classe 5 – substâncias combustíveis e materiais oxidantes;
  6. – Classe 6 – substâncias tóxicas (venenosas) e infecciosas;
  7. – Classe 7 – materiais radioativos;
  8. – Classe 8 – corrosivos;
  9. – Classe 9 – mercadorias perigosas diversas.

 

Há três grupos de embalagens para mercadorias perigosas, que são:

  1. – Grupo I: que indica um alto grau de risco da carga;
  2. – Grupo II: indica um grau médio de risco; e
  3. – Grupo III: indica um grau menor de risco.

 

Os documentos devem ser providenciados ao seu agente de transportes antes da atracação da carga no primeiro porto brasileiro. Os documentos são:

  1. – FISPQ (Ficha de Informação de Produto Químico)
  2. – Ficha de Emergência (Anexo VIII da NR 29)

 

Conte com a Turbocargo para Importação e embarque de cargas perigosas

Entre em contato conosco através deste link. Nossa equipe comercial atende em regime de plantão, pronta para atender suas necessidades em logística e Comércio Exterior.