O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) afirmou neste domingo (6) em rede social estar recuperado da covid-19, doença causada pelo novo coronavírus. A assessoria dele anunciou em 25 de agosto que Flávio havia sido diagnosticado com a covid-19.

Na publicação, o filho do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirma ter ingerido remédios, como hidroxicloroquina e azitromicina, com acompanhamento médico, “desde os primeiros sintomas”. Não há, porém, até o momento, comprovação científica de que esses medicamentos são eficazes no tratamento contra a covid-19.

Em julho, a gerente de incidentes para a covid-19 da Opas (Organização Pan-Americana de Saúde), Sylvain Aldighieri, lembrou que a OMS (Organização Mundial de Saúde) suspendeu o tratamento com a hidroxicloroquina em seus testes após não ver benefícios no uso do medicamento.

“Portanto, a OMS não recomenda o uso da hidroxicloroquina para pacientes da covid-19“, afirmou.

No mesmo mês, o chefe do programa de emergências da OMS, Mike Ryan, disse que a hidroxicloroquina só deve ser usada em casos de covid-19 sob estrita supervisão médica.

Quando anunciado que estava com o coronavírus, a assessoria de imprensa do senador informou que ele estava sem sintomas e em isolamento em sua residência em Brasília.

Flávio também disse que são “quase 3,3 milhões de brasileiros recuperados”, sem citar as mais de 126 mil pessoas que já morreram por causa da doença no Brasil.

Os dados de ontem do consórcio de veículos de imprensa apontam o total de 126.230 mortes.

Entre ontem e hoje, foram registrados 33.420 testes positivos de covid-19. No total, 4.121.203 pessoas já se contaminaram no país desde o início da pandemia.

O senador é o quarto da família Bolsonaro a ser infectado pelo vírus com confirmação pública. Antes dele, já foram infectados seu pai, seu irmão Jair Renan e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Segundo o presidente e a primeira-dama, ambos não estão mais com o vírus.

A mãe de Jair Renan e ex-mulher de Jair Bolsonaro, Ana Cristina Siqueira Valle, também publicou nas redes sociais que o filho está curado.

A avó de Michelle Bolsonaro morreu em decorrência do coronavírus, em Brasília.

— Foto: Jorge William/Agência O Globo



Source link