Aps o episdio em que um co de nove anos foi sacrificado na Carolina do Sul por apresentar diagnstico de coronavrus, o tema “COVID-19 em animais domsticos” tm sido bastante discutido. Entre outros questionamentos, pessoas tm dvidas se os pets podem transmitir a doena para humanos, se qualquer animal domstico capaz de contra-la e se os donos devem tomar cuidados com seus animais durante a quarentena.

O mdico veterinrio Bruno Antunes explicou ao Estado de Minas que tudo indica que os animais no possam transmitir coronavrus aos humanos. “Esse vrus especfico de humanos e existem grandes possibilidades de sua sobrevivncia dentro de um animal, assim como a disseminao para outros hospedeiros, serem extremamente baixas”, esclareceu.

“O Covid um vrus especfico de humanos, temos outros coronavrus que so causadores de doena em animais, mas que no so em humanos”, informou Bruno.

O mestre e doutor em Imunologia e Doenas Infeciosas explicou que os animais identificados, at o momento, os animais com COVID-19 estavam em casas em que os donos foram diagnosticados com a doena e que, logo, o humano provavelmente transmitiu o coronavrus ao animal, e no o contrrio. Alm disso, Bruno ressalta que quase nenhum pet apresentou doena clnica, “eles s foram infectados e tiveram o diagnstico da presena do vrus”.

Portanto, na maioria dos casos, os animais no apresentaram sintomas como os humanos, apenas diagnstico positivo pela deteco do agente infeccioso causador do coronavrus. De acordo com o veterinrio, gatos que testaram positivo apresentaram apenas alteraes respiratrias e, depois, voltaram a normalidade.

Caso um animal domstico seja diagnosticado com coronavrus, Bruno recomenda que os donos sigam as mesmas recomendaes j conhecidas, como restringir o contato entre pacientes positivos de COVID-19 com humanos e tambm com seus pets, por precauo. “Sabemos que existe uma possibilidade do humano disseminar o vrus para os pets,  mas no sabemos claramente se o COVID-19 pode causar alteraes na sade desses animais, ento no vamos arriscar”, explica.

Sobre o co sacrificado na Carolina do Sul, Bruno explica que o dono do animal foi diagnosticado com COVID-19. De acordo com o veterinrio, foi identificada a presena do vrus no cachorro, mas no foi confirmado que o co desenvolveu um quadro clnico causado pelo coronavrus. A eutansia foi realizada pela idade avanada do animal e pela presena de doenas crnicas.

O mdico veterinrio informou que diversos centros de pesquisas nacionais e internacionais esto focados em compreender melhor a atividade desse vrus e sua interao tanto no homem como em animais. “Os resultados at ento presentes revelam a baixa chance de transmisso desse vrus do animal para o humano”, concluiu. 



Source link