A filmagem revela a corrida contra o tempo para obter diagnósticos do novo coronavírus no Espírito Santo. Atribuído a esta quarta-feira (29), o vídeo mostra dezenas de caixas térmicas acumuladas na porta do Laboratório Central do Estado (Lacen-ES) – todas com exames realizados em pacientes suspeitos da Covid-19.

Procurada pela redação de A Gazeta, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) confirmou a formação da fila no local e explicou que existem dois horários de pico por causa das entregas das amostras: um no final da manhã e outro no final da tarde. As imagens acima teriam sido gravadas no primeiro deles.

Secretária de Saúde do Espírito Santo (Sesa)

Cargo do Autor

“A espera não gera prejuízo à qualidade das amostras, já que as mesmas ficam acondicionadas em recipientes próprios”

Dezenas de caixas térmicas acumuladas na porta do Laboratório Central do Estado (Lacen-ES) . Crédito: Reprodução

Apesar de ter garantido que esse aguardo no recebimento dos testes não afeta a qualidade dos resultados, a Sesa afirmou que está ampliando o espaço físico para a recepção dessas entregas e que a nova área deve ficar pronta nos próximos dias – sem citar, especificamente, uma data.

Além dessa ampliação, a Secretaria também estuda receber os exames em horários pré-estabelecidos. Atualmente, os testes podem ser entregues diariamente, em horário livre, até as 18h; enquanto as análises acontecem de forma ininterrupta, 24 horas por dia.

800 testes PCR

é a capacidade diária de processamento do Laboratório Central do Espírito Santo (Lacen-ES)

Ainda segundo a pasta, o laboratório está recebendo uma média de 450 a 550 amostras por dia, apenas para realizar os testes do tipo PCR (que detecta a presença do material genético do vírus no corpo do paciente). Nesta terça-feira (28), apenas entre as 8h e as 23h59, o número de análises chegou a 664.

SOBRE AS RECLAMAÇÕES DE ATRASO

Em relação às queixas feitas por municípios por causa de atrasos na entrega dos resultados, a Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) esclareceu que a demora aconteceu devido a uma pane no equipamento que realiza a extração do material genético viral, mas que a máquina já foi consertada nesta quarta-feira (29).

Consequentemente, a Sesa garantiu que o atraso deve ser minimizado já nos próximos dias e ressaltou que o Lacen-ES é o laboratório que realiza a liberação de resultados relacionados ao coronavírus com a maior rapidez de todo o país, entregando-os em um prazo de até 36 horas.

LEIA MAIS SOBRE O CORONAVÍRUS NO ES



Source link