Mais de 1.000 detentos testaram positivo para o coronavírus na mesma prisão federal do Texas, nos Estados Unidos, de acordo com a emissora Fox News.

O presídio de Seagoville registrou 1.072 internos doentes de covid-19, bem mais da metade da população carcerária, de 1.800 detentos — o índice é mais alto que qualquer outra prisão do país, informou a NBC.

Um dos presos de Seagoville, James Giannetta, 65 anos, morreu na última quinta-feira (16). Ele foi preso dois dias depois de começar a sentir dificuldade em respirar.

O estado do Texas registrou mais de 15 mil casos nas últimas 24 horas e chegou hoje à marca de 320 mil infectados pela covid-19.

No início do surto, as autoridades tentaram se preparar para garantir a segurança dos presos se a doença chegasse aos presídios. Em alguns casos, os detentos tentaram apelar pela libertação antecipada ou converter suas sentenças para prisões domiciliares, mas a maioria não conseguiu.



Source link