[ad_1]

As duas mortes ocorreram no sábado (5) no Hospital Augusto de Oliveira Camargo (Haoc). Uma mulher de 71 anos estava internada desde 29 de agosto e tinha diagnóstico de artrite reumatoide e insuficiência adrenal.

A outra vítima, também mulher, tinha 79 anos e estava internada desde 16 de agosto. A idosa sofria de hipertensão, dislipidemia, osteopenia, obesidade e hipotireoidismo.

Do total de moradores contaminados, 5.964 estão em quarentena domiciliar ou já se curaram. Outras 30 pessoas seguem internadas. Há, ainda, um óbito e outros 351 casos suspeitos.

[ad_2]

Source link