[ad_1]

Um matadouro em Rigby, no estado de Idaho, Estados Unidos, em 26 de maio de 2020 – AFP/Arquivos

Desde a semana passada mais de 500 casos de COVID-19 foram declarados por dia em Idaho, um pequeno estado rural do noroeste dos Estados Unidos, o que ilustra a propagação exponencial do coronavírus em todo o território americano.

O exemplo deste estado de 1,8 milhão de habitantes e conhecido por suas batatas e matadouros mostra a explosão da pandemia no sul e no oeste, quando Nova York e o nordeste conseguiram reduzir as infecções.

Antes de 15 de junho, Idaho reportava menos de 50 novos casos por dia. No domingo, reportou 550 e mais de 700 na quinta-feira passada.

Em relação à população, o número de contágios em Idaho nos últimos sete dias é o oitavo no país (460 novos casos por 100.000 habitantes), logo atrás dos grandes estados do sul e do oeste, como Flórida, Louisiana e Texas, segundo dados do jornal New York Times.

Desde o início da epidemia, nunca tinham sido ocupados tantos leitos hospitalares em Idaho por pacientes com o novo coronavírus (224 em 15 de julho, segundo os últimos dados oficiais); em abril, o número máximo de hospitalizações foi de 71.

A cifra de mortos no estado continua sendo baixa (entre 1 e 4 por dia), mas é superior a todo o mês de junho, quando foi registrada uma morte diária.

“Aumentos muito inquietantes no Estados Unidos rural, que tem capacidades hospitalares muito mais reduzidas e mais difíceis de melhorar em emergências”, disse Ashish Jha, diretor do Global Health Institute de Harvard, pelo Twitter.

O governador do Estado, o republicano Brad Little, adiou várias vezes a reabertura total da economia, mas todas as lojas e serviços, inclusive os clubes noturnos, estão abertos com restrições pelo distanciamento físico.

A maior cidade do estado, Boise, principal foco da epidemia, impôs em 4 de julho o uso de máscara em espaços públicos internos e externos.

Mas em outras partes do estado, a ideia de uma obrigatoriedade enfrentou a oposição dos moradores, o que levou as autoridades sanitárias do norte de Idaho a voltarem atrás, segundo o jornal local Spokesman-Review.

Protestos contra as máscaras ocorrem em todas as zonas rurais do país, já que as decisões dependem das autoridades locais, às quais o presidente Donald Trump preferiu deixar a responsabilidade.

No domingo, Trump reiterou que não tem a intenção de impor o uso da máscara em todo o país.

Veja também

+ Pronampe: pedidos ao Sicoob somam R$ 500 mi em 1 dia, 41% do limite
+ Leilão tem Camaro por R$ 72 mil e Versa por R$ 22 mil
+ Gafanhotos: Bahia enfrenta nuvem de insetos
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança

[ad_2]

Source link