A prefeitura de Bauru (SP) iniciou nesta sexta-feira (4) uma pesquisa científica sobre a repercussão da infecção pelo novo coronavírus em pacientes testados como positivo na cidade.

A pesquisa tem como objetivo compreender a repercussão da infecção pelo coronavírus na cidade de Bauru, onde serão avaliadas variáveis como sexo, idade e se a pessoa cumpriu o isolamento.

Caso não tenha cumprido o isolamento, a pesquisa tentará saber qual o motivo da negativa, que podem incluir fatores culturais, religiosos, ou até mesmo pela simples descrença na letalidade da doença.

As pessoas testadas positivo para Covid-19 serão contatadas via SMS, Whatsapp ou ligação telefônica. As mensagens por escrito terão uma mensagem de convite para a participação na pesquisa, que será feita através do acesso a um link.

Para Ezequiel Santos, diretor da Divisão de Vigilância Epidemiológica, participação é importante para definição das estratégias de combate à doença — Foto: Prefeitura de Bauru/Divulgação

As mensagens e ligações telefônicas ficarão sob responsabilidade da empresa parceira, que usará apenas o número de telefone e o primeiro nome das pessoas do banco de dados da Divisão de Vigilância Epidemiológica. A medida visa preservar o sigilo dos entrevistados.

O coordenador da pesquisa, Ezequiel Santos, diretor da Divisão de Vigilância Epidemiológica, enfatiza que a prefeitura e a Secretaria Municipal de Saúde incentivam a participação de todos como forma de construir um perfil do comportamento das pessoas em relação à doença e para o aprimoramento das ações de vigilância e controle.

Até o final da tarde desta sexta-feira (4), pelo menos 140 pessoas que testaram positivo para coronavírus já haviam participado da pesquisa.

Veja mais notícias da região no G1 Bauru e Marília



Source link