A análise dos órgãos foi consentida pelos familiares ou responsáveis autorizados após a morte dos pacientes. A autópsia é uma ferramenta fundamental para entender a ação direta de uma determinada doença no corpo humano.

Os pacientes analisados tinham de 22 a 97 anos e estiveram internados entre março e junho deste ano. Sete eram homens e, quatro, mulheres. Quatro pacientes eram brancos e outros seis faziam parte de minorias étnicas, como negros e asiáticos.

De acordo com os pesquisadores, uma lesão pulmonar causada por um vírus pode afetar as trocas gasosas (oxigênio e dióxido de carbono) e o fluxo de sangue nos pulmões. Já a trombose, também encontrada na maioria dos pacientes, impede o fluxo sanguíneo normal por meio do sistema circulatório e pode causar derrames e ataques cardíacos.

A lesão renal pode levar à insuficiência ou a um dano do órgão. Alguns pacientes, se sobrevivem, podem necessitar de diálise. Dois pacientes também apresentaram pancreatite aguda, condição em que o órgão fica inflamado. Em alguns casos, o problema no pâncreas pode evoluir para complicações graves e até falência dos órgãos.



Source link